Saiba mais

Diversos joão-bobos são instalados sobre a Praça Do Patriarca durante a hora do rush. A intervenção se propõe como uma provocação a detonar reações físicas e verbais sobre as formas de agressão que se manifestam e são sentidas no cotidiano do centro da cidade. A interferência problematizava o processo de limpeza urbana empreendido a partir de 2005 nessa região. 

Este projeto fez parte do projeto Cubo, plataforma multimídia itinerante patrocinada pelo Centro Cultural Banco do Brasil e com co-autoria de “A Revolução Não Será Televisionada”, Cia Cachorra, Cobaia, Contra-Filé e Perda-Total