Saiba mais

De que forma as instituições de arte se relacionam com o imediato-real fora da domesticidade de sua própria “cena da arte”? Como lidam com a latência da rua, seus conflitos, párias e maloqueiros? Como a dita (re)conciliação da arte com o real e suas urgências pode ser confrontada através de uma intervenção que atua ao contrário: do real sobre o espaço da arte?O corpo caído, inerte, com a aparência de um “homeless” passa 2 horas em frente a entrada da instituição. Intervenção realizada durante a exposição " Estrecho Dudoso", na cidade de San José, Costa Rica.