Saiba mais

Nos anos 50 o ditador espanhol Franco proibiu o uso de bikinis nas praias da Espanha – atitude também seguida pelo Vaticano e apoiada pelo moralismo de então. O fato é que a controversa invenção do designer francês Louis Réard em 1946, cujo nome homenageia o Atol no Pacífico onde no mesmo ano ocorreram testes nucleares, animou revoluções comportamentais e acendeu debates morais. Para contar essa fascinante história, o diretor alemão Albert Knechtel e o co-diretor Kiko Ribeiro criaram o documentário “Bikini Revolution”, produzido pela Mixer. A abertura do filme é uma animação gráfica que resume em apenas 1 minuto essa trajetória meteórica, o contexto político e de costumes onde surge, suas idas e vindas até chegar ao Brasil, onde de certa forma se imortaliza. Essa peça foi criada pelo Bijari e musicada por Gui Amabis e Beto Vilares.